Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 23 de março de 2018

Sem dificuldades, Brasil vence a anfitriã Rússia em amistoso

A Seleção seguiu no ataque. Com 23 minutos, Willian, que foi para o lado esquerdo do ataque, dominou na entrada da área, cortou e finalizou, mas a bola explodiu na defesa.
Foto: Reprodução
A Seleção Brasileira confirmou o seu favoritismo e venceu a Rússia por 3 a 0 na tarde desta sexta-feira (23) em amistoso realizado em Moscou. O triunfo na partida preparatória para a Copa do Mundo foi marcado pelos gols do zagueiro Miranda, do meia Philippe Coutinho e do volante Paulinho.

Agora, o time comandado por Tite se prepara para mais um amistoso. Dessa vez, o adversário será a Alemanha, na próxima terça-feira (27), no estádio Olímpico de Berlim. Vai ser o reencontro após o fatídico 7 a 1 da Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

O JOGO
Com maior posse de bola nos minutos iniciais, o Brasil quase chegou ao primeiro gol logo no início. Aos quatro minutos, Daniel Alves lançou Gabriel Jesus, que finalizou com o pé direito e obrigou Akinfeev a se esforçar para rebater. Três minutos depois, Daniel Alves recebeu na entrada da área depois de boa troca de passes e bateu por cima da meta.

Durante o primeiro tempo, o escrete canarinho sofreu com a forte marcação russa. Gabriel Jesus, Marcelo e Daniel Alves foram alvos de duras faltas. Em uma dessas infrações, surgiu a oportunidade. Coutinho bateu falta na área e cabeceou para defesa de Akinfeev.

A Seleção seguiu no ataque. Com 23 minutos, Willian, que foi para o lado esquerdo do ataque, dominou na entrada da área, cortou e finalizou, mas a bola explodiu na defesa. No mesmo minuto, Philippe Coutinho chutou com categoria de fora da área, mas o goleiro estava atento e defendeu. Dois minutos depois, Willian recebeu dentro da área, chutou e Akinfeev defendeu.

Rússia assusta
Logo depois, a Rússia respondeu e animou os torcedores presentes. De fora da área, Golovin chutou e Alisson fez a defesa sem problemas. Aos 31, em jogada de contra-ataque, Smolov serviu Samedov, que finalizou e o goleiro do Brasil mandou para escanteio.

Ao 33 minutos, o Brasil chegou perto do gol com Douglas Costa, que invadiu a grande área, bateu com força, mas a bola atingiu a rede externa de Akinfeev.

A Rússia voltou a chegar com perigo na sequência. Aos 35, Miranchuk tocou de calcanhar e deixou a bola limpa para Zobnin, que finalizou mal, sem causar perigo.

Antes do fim da primeira etapa, mais uma chance da equipe de Tite. Após cobrança de escanteio, Paulinho cabeceou sem força e facilitou a vida do goleiro.

Segundo tempo
O time canarinho começou a segunda etapa com tudo. No primeiro minuto, Douglas Costa lançou para Willian, que ajeitou para Paulinho, que bateu e Akinfeev defendeu. No rebote, Coutinho chutou por cima. Quatro minutos depois, mais uma grande chance. Pelo lado direito, Coutinho ajeitou para Willian, que bateu, a bola desviou em Samedov e Akinfeev mandou para escanteio.

Miranda marca o primeiro gol do Brasil
Depois de tanta pressão, enfim veio o gol brasileiro. Aos sete minutos, após escanteio, Thiago Silva cruzou, Akinfeev fez uma grande defesa e Miranda mandou para a rede.

O segundo gol do Brasil quase veio com Paulinho. Após grande jogada de Coutinho, que avançou em velocidade pelos defensores, bateu rasteiro e o volante, surpreso com a bola, não pegou bem e Akinfeev defendeu.

De pênalti, Coutinho amplia
Aos 15 minutos, Paulinho recebeu de frente para Akinfeev, mas acabou puxado por um defensor e a arbitragem acusou a penalidade máxima. Na cobrança, Philippe Coutinho bateu no canto direito, sem dar chances para Akinfeev.

Paulinho marca o terceiro
A porteira foi aberta no Luzhniki. Aos 20, Willian fez grande jogada pelo lado direito e cruzou milimetricamente para Paulinho, que cabeceou com tranquilidade para a rede.

A Rússia perdeu uma ótima chance três minutos depois. Aos 23, Dzagoev recebeu passe de Anton Miranchuk, driblou e chutou para fora. Com 31 minutos, após Daniel Alves afastar mal dentro da área, Dzagoev tentou encobrir Alisson e a defesa afastou o perigo.

Após o lance, os jogadores diminuíram o ritmo, as alterações nos times aumentaram e o placar se manteve.

Extraída do Calila Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.