Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Suspeito de integrar quadrilha de roubo de gado é preso em Tucano e oferece R$ 10 mil para ‘ser liberado’

Um homem suspeito de integrar uma quadrilha de furtos e roubos de gados na região nordeste da Bahia e em cidades do estado de Sergipe, foi preso na quinta-feira (10), no município baiano de Tucano. 
De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), Luís André Santos Pereira, conhecido como ‘Nego da Pipa’, chegou a oferecer uma quantia no valor de R$ 10 mil para ser liberado pelos policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Nordeste, depois que foi localizado no povoado de Tracupá, zona rural da cidade. Com ele, os militares apreenderam R$ 2 mil em espécie, R$ 18 mil em cheques e diversos cartões de banco.
Foto: Divulgação/SSP
Foto: Divulgação/SSP
Ainda de acordo com a SSP, Luís confessou ter comercializado, recentemente, 32 cabeças de gados e que agia também em cidades de Sergipe. Após depoimento inicial ele informou a residência de um comparsa, onde a polícia poderia pegar parte do dinheiro oferecido como suborno. No imóvel, segundo a polícia, Jamilson Cabral de Souza foi preso em flagrante com uma espingarda calibre 12 e munições. “Nego da Pipa repassou os nomes de outros comparsas e estamos com as equipes trabalhando para localizá-los. Informações podem ser enviadas através do 181 ou 190”, explicou o comandante da Cipe Nordeste, major Wellington Morais dos Santos. Luís, Jamilson e os materiais apreendidos foram apresentados na Delegacia Territorial de Euclides da Cunha.

Fonte: Notícias de Santaluz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.