CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sábado, 17 de novembro de 2018

Encontro discute a realidade da mulher negra na sociedade

O encontro de mulheres negras teve como tema: Mulher Negra, Acadêmica, Militante e Trabalhadora.
Pautado nas discussões sobre a realidade da mulher negra na sociedade, suas lutas, dificuldades e conquistas, aconteceu neste sábado (17), no Mercado de Arte Popular (MAP) em Feira de Santana o 2º Encontro MovAfro de Mulheres Negras. O evento fez parte das comemorações do mês da Consciência Negra e integra as ações do projeto MovAfro, que é realizado há três anos na cidade.
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade
Val Conceição que é coordenador do MovAfro explicou que o encontro de mulheres negras teve como tema: “Mulher Negra, Acadêmica, Militante e Trabalhadora”, justamente para visibilizar os vários espaços que as mulheres negras ocupam na sociedade e muitas vezes são ocultados.
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade
“Fizemos essa discussão com uma roda de conversa e com a participação de profissionais de diversas áreas. Da educação, do direito, serviço social e saúde. Sobre a busca incessante da reparação das mulheres negras. A mulher negra nasceu para fazer e estar onde ela quiser”, frisou.

A professora Hely Pedreira afirmou que é preciso incentivar o empoderamento da mulher negra porque infelizmente as dificuldades de uma sociedade racista, machista e misógina ainda não foram superadas. Na opinião dela, é preciso que as mulheres negras estejam de mãos dadas para lutar e por isso é fundamental que estejam repertoriadas de conhecimento e informações.
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade
“O empoderamento que se prega hoje vem sendo se permeando por toda a história do homem e da mulher negra no Brasil. Falta o reconhecimento, a valorização para que as mulheres negras realmente ocupem seus espaços na sociedade. Representamos a luta, a resistência. A mulher negra está presente em todas as áreas da sociedade, na questão da manutenção das famílias e econômica. Mas, na pirâmide social ela ainda está abaixo do homem negro. Precisamos reverter essa situação”, declarou.

Após o encontro de mulheres negras também aconteceu no MAP o Festival de Música Afro. Ao longo do mês de novembro vários eventos de valorização da cultura e história do povo negro acontecerão em Feira de Santana

Neste domingo (18), será realizado no bairro Aviário o Cortejo Afro. No dia (25), na Praça do Tomba haverá o Festival de Reggae e no dia (30), encerrando a programação do Novembro Negro vai acontecer na Paróquia Senhor do Bonfim do bairro Cruzeiro, a primeira missa afro da cidade. 

Rachel Pinto com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.