CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Feira: HEC atende cerca de 80 novos casos de câncer infantojuvenil por ano .

Segundo o hospital, há mais de 400 pacientes cadastrados
Hospital Estadual da Criança (HEC), em Feira de Santana atende aproximadamente 80 novos casos de câncer infantojuvenil por ano. A informação é da assessoria de comunicação do hospital.

O HEC, administrado pela Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil (LABCMI), possui um Centro de Oncologia Infantojuvenil (COI) que funciona há cinco anos. Com mais de 400 pacientes cadastrados, o objetivo do COI é fornecer tratamento adequado para os pacientes pediátricos com neoplasias, trabalhando tanto na reinserção em sua vida cotidiana, quanto na sociedade. Segundo o hospital, há aproximadamente 75 pacientes em tratamento.

De acordo com o Dr. Maurício Meira, coordenador médico do Centro de Oncologia do HEC, quando realizado um diagnóstico precoce as chances de cura dos pacientes oncológicos aumentam. “É importante não só a existência de um centro especializado, mas também ações educativas e orientações dos profissionais envolvidos com o cuidado pediátrico”, ressaltou. 

No Dia Nacional de Combate ao Câncer, celebrado nesta sexta-feira (23) e criado há 10 anos para conscientizar sobre a doença, trazemos o caso da jovem Thainá Brito. Ela foi a primeira paciente com câncer diagnosticada e tratada pelo COI do Hospital Estadual da Criança.

Aos 14 anos, Thainá descobriu um tumor no ovário e hoje, aos 19, está livre do câncer e faz acompanhamento a cada seis meses.

“Logo no início comecei a sentir dores na barriga, achava que era cólica forte. Procurei um clínico para saber a causa. Até então pensei que não seria nada demais. O médico suspeitou e pediu ultrassonografia, tomografia. Fizemos os exames rápido e aí veio o diagnóstico de um tumor no ovário esquerdo”, contou.
 
Apesar de descobrir o tumor quando ele já estava grande, Thainá conseguiu realizar a cirurgia para retirada. “Foram 21 sessões de quimioterapia; o tratamento levou seis meses no total. Nesse período, entre 2013 e 2014, eu tive que parar de ir à escola. Eu tive que ser forte pra aguentar, mas toda a equipe do hospital me deu muito apoio. Sou muito grata”, agradeceu. 

Equipe Médica do HEC
O Centro de Oncologia Infantojuvenil do Hospital Estadual da Criança é composto por uma equipe multidisciplinar de médicos, enfermeiras, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, psicólogos, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais. Além dos oncologistas, várias especialidades médicas fazem parte do tratamento: patologistas, neurocirurgiões, cardiologistas, odontologistas, pediatras, hematologistas, nefrologistas, entre outros.

Do Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.