CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 9 de abril de 2019

Vasco supera vaias, vence Bangu e encara o Flamengo na final do Carioca

O Vasco venceu o Bangu por 2 a 1 neste domingo (7) e enfrentará o Flamengo na final do Campeonato Carioca. Após um primeiro tempo muito ruim em que foi dominado pelo adversário e vaiado pela própria torcida, o Cruzmaltino se superou e conseguiu o triunfo mesmo tendo a vantagem do empate.
Bruno César abriu o placar em cobrança de um pênalti que só foi identificado com ajuda do VAR (assistente de vídeo). Yaya Banhoro conseguiu o empate no minuto seguinte e deixou o jogo em aberto. Yan Sasse, porém, não demorou a fazer o segundo e definir a vitória.

A final do Campeonato Carioca ocorrerá em dois jogos. O primeiro será no próximo domingo, e o segundo no dia 21. Não há vantagem nesse estágio e, em caso de empate, o título será definido nas cobranças de pênalti.

Com a vantagem do empate, o Vasco parecia jogar em marcha lenta. O Bangu, por outro lado, estava decidido a surpreender o adversário. O Vasco ficava com a bola, mas pouco atacava. O Bangu apostava nos contra-ataques e quase abriu o placar em chute de longe de Anderson Lessa. Imediatamente a torcida do Cruzmaltino reagiu e pediu para equipe começar a jogar.

De nada adiantou. O Bangu seguia melhor no jogo e era quem estava mais próximo de abrir o placar no Maracanã. Com jogadores ligados, o time teve a melhor chance em jogada envolvente. De pé em pé, a bola chegou dentro da área para Felipe Dias finalizar mal para a defesa de Fernando Miguel.

Aos 27min do primeiro tempo, Rossi sentiu uma lesão na coxa direita e teve que ser substituído. O técnico Alberto Valentim, então, escolheu Yan Sasse para a vaga. A torcida se irritou imediatamente, pois havia outros atletas mais gabaritados como Pikachu e até o jovem Lucas Santos. Sasse entrou e levou cartão amarelo no primeiro toque na bola. Os vascaínos explodiram nas arquibancadas com muitos xingamentos ao comandante.

O VAR chegou para revolucionar o futebol e deixou claro aos 7min do segundo tempo. Após cobrança de escanteio, o Vasco cabeceou para fora. Antes que a bola voltasse ao jogo, o VAR chamou a arbitragem e indicou falta em Lucas Mineiro, que teve a camisa puxada. Bruno César bateu com categoria e abriu o placar.

O Bangu não desistiu e mostrou estar vivo no jogo no minuto seguinte. Em contra-ataque de almanaque, o empate chegou rápido. Jeferson Paulino lançou com extrema qualidade. Jairinho dominou, esperou passagem de Dieyson que cruzou na medida para Yaya Banhoro estufar as redes: 1 a 1.

Yan Sasse foi o escolhido por Valentim para substituir Rossi, lesionado. A torcida não gostou e vaiou o atleta na entrada. A tarde era de redenção. O meia fez grande jogada em momento delicado do jogo e chutou forte para vencer Jeferson Paulino e fazer o segundo do Vasco.

Do Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.