CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Flamengo goleia o Grêmio e volta à final da Libertadores após 38 anos

O Flamengo está de volta à final da Copa Libertadores depois de 38 anos. Após empatar em 1 a 1 no jogo de ida da semifinal, a equipe carioca goleou o Grêmio por 5 a 0 nesta quarta (23), diante de um Maracanã lotado, e avançou à decisão. Os gols foram de Bruno Henrique, Gabriel (duas vezes), Pablo Marí e Rodrigo Caio.
A campanha do Flamengo, líder do Campeonato Brasileiro, deixa o clube perto de coroar temporada em que gastou cerca de R$ 190 milhões em reforços. A própria dupla de ataque protagonista desta quarta custou caro.

Para tirar Bruno Henrique do Santos, os flamenguistas investiram R$ 26 milhões. O atacante Gabriel, que chegou por empréstimo até o fim da temporada, receberá em 2019 cerca de R$ 15 mi em salários.

Só em Arrascaeta, a contratação mais cara, a diretoria desembolsou R$ 80 milhões por 75% do vínculo do uruguaio. Rodrigo Caio, ex-São Paulo e titular na zaga, foi contratado por R$ 24 milhões.

O clube gastou mais R$ 49 milhões na compra do meia Gerson e outros R$ 5,4 milhões com o zagueiro espanhol Pablo Mari, entre outros.

De 2015 para cá, o Flamengo gastou mais de R$ 250 milhões em jogadores. Mas não conseguia fazer bom papel na principal competição do continente, torneio que o clube conquistou em 1981, quando derrotou o chileno Cobreloa na decisão.

Com exceção do ano do título, a Libertadores jamais trouxe boas lembranças à equipe rubro-negra. Desde então, o Flamengo disputou outras 13 edições. Teve as quartas de final em três oportunidades como melhores campanhas. Também caiu na fase de grupos cinco vezes, três delas recentes: em 2012, 2014 e 2017. No ano passado, foi eliminado nas oitavas.

Em 1981 o clube foi campeão mundial ao derrotar o Liverpool, da Inglaterra. Caso vença o River Plate (ARG) na decisão da Libertadores, o Flamengo pode reencontrar o time inglês.

O Liverpool é o atual campeão da Champions League e está classificado para o Mundial de Clubes em dezembro, no Qatar.

A final da Libertadores está marcada para 23 de novembro, em Santiago, no Chile. Pela primeira vez o torneio continental será decidido em jogo-único.

O JOGO
Para a semifinal desta quarta, o técnico Jorge Jesus havia feito mistério na escalação, mas foi a campo com força máxima. Arrascaeta era dúvida para iniciar a partida, mas se recuperou de artroscopia no joelho esquerdo realizada há menos de um mês.

O lateral Rafinha havia fraturado um osso da face na semana passada, em vitória por 2 a 0 contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, pelo Brasileiro, mas voltou para enfrentar o Grêmio.

Renato Gaúcho escalou o time gaúcho para marcar, escalou Paulo Miranda na direita e quis usar ligação direta com André no ataque. Não deu certo.

A derrota acabou com o sonho gremista de ser o primeiro brasileiro 4 vezes campeão da Libertadores. A equipe venceu em 1983, 1995 e 2017.

Após primeiro tempo disputado, com os dois times buscando o gol, o Grêmio perdeu a melhor chance com Maicon. O Flamengo se deu melhor aos 41 minutos. Bruno Henrique puxou contra-ataque e deixou Gabriel em condições de marcar. O goleiro Paulo Victor defendeu, mas espalmou para o camisa 27 completar.

A partir desse momento, o confronto esteve decidido. O Grêmio precisava do empate porque o 1 a 1 levaria a decisão para os pênaltis. Mas não chegou perto de conseguir isso.

Aos 24 minutos da etapa final, já estava 5 a 0 para o Flamengo. Na etapa final, os donos casa controlaram o jogo.

A equipe contou até com uma decisão controversa do árbitro argentino Patrício Loustau, que confirmou duvidoso pênalti sobre Bruno Henrique, convertido por Gabriel. Foi o 3º do Flamengo.

Os gols de Marí e Rodrigo Caio quebraram a sequência dos dois atacantes.

Bruno Henrique e Gabigol haviam marcado todos os gols do Flamengo desde as oitavas de final. Com 7 gols na competição, o camisa 9 deixou para trás Marco Ruben, Scarpa e Adrian Martínez na artilharia da Copa Libertadores. Bruno Henrique está com 5.

Fora do estádio, a Polícia Militar ainda precisou utilizar gás lacrimogêneo e tiros de borracha, em conflito com os flamenguistas. Segundo relatos, muitos torcedores tentaram entrar sem ingresso, o que teria motivado a confusão com os policiais.

Na terça (22). a Polícia Civil do Rio prendeu 19 pessoas, na operação Olhos de Águia, em apuração sobre grupo de supostos torcedores que planejavam invadir o Maracanã contra o Grêmio. Uma pessoa morreu durante a operação.

Do Bahia Notícias / Fonte: Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.