CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 5 de março de 2020

Osni Cardoso presta homenagem a Dom Ottorino Assolari e celebra 90 anos da procissão do fogaréu de Serrinha

Na próxima sexta-feira (13) será realizada uma Sessão Especial para entrega do Título de Cidadão Baiano ao Bispo Dom Ottorino Assolari e celebração dos 90 anos da Procissão do Fogaréu de Serrinha-Bahia. 
A solenidade acontecerá no Plenário do Palácio Deputado Luís Eduardo Magalhães da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, a partir das 9h, e foram convidados secretários de estado, vereadores, representações do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) e demais autoridades religiosas e políticas.

Dom Ottorino Assolari é um religioso italiano, nomeado em 2005 primeiro Bispo Diocesano de Serrinha. Durante esses 15 anos conduzindo a Diocese, realiza obras de grande impacto social no município e em cidades vizinhas. A mais recente, o Lar da Serenidade, foi inaugurada em janeiro e é um asilo que atende 70 idosos permanentemente e outros 50 em regime de creche. Pensando na educação, o Bispo idealizou a escola Casa do Menor, uma instituição de ensino que beneficia 450 alunos. Ainda trouxe para o município a Cáritas Diocesana, projeto voltado para pessoas carentes, a escola Teológica para Leigos e o Centro Juvenil Santo Alessandro.

De acordo com o deputado Osni Cardoso, proponente da homenagem, Dom Ottorino é mais que um líder religioso. “À frente da Diocese de Serrinha, presta um serviço de caridade à sociedade baiana, levando uma mensagem de amor e zelo ao próximo. O Título é uma forma de agradecer por todos os bons frutos que foram plantados e que diariamente beneficiam a população”.

Como prevê a programação, na sessão ainda acontecerá a entrega do certificado elaborado pelo IPAC à Procissão do Fogaréu de Serrinha. Desde 30 de agosto de 2019, ela é oficialmente Patrimônio Cultural Imaterial do Estado da Bahia por meio do decreto n° 19.200/2019 assinado pelo governador Rui Costa. O registro especial é fruto do esforço de Osni, que ainda era prefeito do município quando protocolou no Instituto, em 2013, a intenção de patrimonialização dessa celebração, reconhecendo a relevância religiosa, cultural e econômica do ato de fé para a cidade.

“Eu considero o Fogaréu o ponto alto da tradição do povo de Serrinha e da região. É um momento forte que reúne milhares de pessoas, uma grande expressão de fé, capitaneada pela igreja católica, mas vivida e presenciada por todo serrinhense. Lembro dos tempos de menino quando eu andava mais de 14 km, saindo de Bela Vista até o centro de Serrinha, para viver aquele momento. Sem dúvidas é um dos maiores ritos da cultura e religiosidade serrinhense”, disse Osni.

Procissão - A Procissão do Fogaréu de Serrinha foi iniciada em 1930 pelo padre Carlos Ribeiro e esse ano completa 90 anos de existência. A celebração abre o cerimonial litúrgico das comemorações da Paixão de Cristo no município. Produzindo um belíssimo efeito visual com tochas e velas acesas, o tapete humano percorre a cidade retratando a prisão de Jesus Cristo no Monte das Oliveiras ao ser encontrado pelas tropas romanas.

Ao todo são 5 km de percurso, partindo da Catedral Senhora Santana, seguindo a subida da colina nos arredores da cidade, até chegar à imagem de Senhora Sant'Anna, padroeira de Serrinha. 

Assessoria / Deputado Osni Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.