CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 14 de abril de 2020

Serrinha: Curado da Covid-19, jovem relata quarentena: ‘Quase uma prisão’

Curado da Covid-19, o servidor público Rafael Alves de Lima, morador de Serrinha, relatou a experiência da quarentena em entrevista concedida ao Jornal da Manhã desta terça-feira (14). No total, foram 18 dias sem sair do quarto para evitar contaminar outras pessoas.
Foto: Reprodução
Segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), até o início da tarde desta terça-feira (14), mais de 180 pessoas no estado já haviam se recuperado do coronavírus.

“Até brinquei com meus amigos que era quase uma prisão. Mas tinha internet, computador. Eu fiquei isolado no quarto, minha mãe deixava a comida em um banco, na frente do quarto, eu abria a porta e pegava”, relatou o servidor público.

Rafael Alves contou que recentemente fez uma viagem para Cancún, no México. Ele diz que, quando embarcou, estava com uma tosse, mas não sabe exatamente quando contraiu a Covid-19.

“Já viajei com um pouco de tosse, mas não tinha nada a ver com a Covid. Foi uma tosse que peguei aqui no Brasil mesmo. O tempo todo só tive tosse. Não sei realmente em que momento peguei a Covid”, falou.

Com a evolução da doença, Rafael também se queixou de um cansaço acima do normal. Ao retornar para o Brasil, ele suspeitou que estava com coronavírus e adotou medidas preventivas. Já na área de desembarque do aeroporto, evitou o contato direto com a mãe, para não correr o risco de passar o vírus.

“Quando retornei ao Brasil, minha mãe foi me pegar no aeroporto e tomei todos os cuidados para não passar para ninguém. Minha preocupação maior era passar para alguém. Ela levou máscara, me entregou, fiz a higienização, entrei no carro no banco de trás, do outro lado, para evitar o contato. Vim para casa e fiquei direto em isolamento”, lembra.

A confirmação do quadro de coronavírus veio após um teste realizado pela Secretaria de Saúde.

“Quando cheguei aqui, entrei em contato com a Secretaria de Saúde e, uma semana depois de eu ter chegado, eles vieram aqui e fizeram o exame. Por volta de uns dez dias após ter chegado que tive o resultado”, contou.

Rafael torce para que cientistas consigam uma cura para o coronavírus. Segundo o último boletim da Sesab, a Bahia registra mais de 750 casos confirmados da doença, com 22 mortes.

“Eu espero que ache logo uma vacina para isso. Do jeito que está indo, estamos com o ano perdido. Que o pessoal se tranquilize mais, estamos passando por um período difícil, mas vai dar tudo certo no final”, finalizou o morador da cidade de Serrinha.
 
Do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.