CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 8 de maio de 2020

Feira de Santana tem 7 novos casos de coronavírus; total sobe para 119

Quatro mulheres e três homens foram diagnosticados com covid-19 em Feira de Santana. Os sete novos foram divulgados na noite desta sexta-feira (8) pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio de boletim. 
Segundo a secretaria, as mulheres têm 30, 38, 56 e 60 anos de idade, já os homens têm 33, 34 e 40 anos. Com estes casos sobe para 119 o número total de casos já registrados no município.

Destes 119 casos, 73 pacientes estão recuperados e um veio a óbito, o que significa que há 45 casos ativos da doença, ou seja, pacientes que estão se recuperando em casa ou em hospitais. Ainda conforme o boletim, 4 pacientes estão internados. O prefeito Colbert Filho informou ao Acorda Cidade ontem, que nenhum deles estão em UTIs. 

Forma de transmissão - 8 importados e 111 de transmissão local
Profissionais de saúde que contraíram a doença - 37
Faixa etária com maior número de casos - entre 20 e 49 anos (77 casos
Casos confirmados - 119
Casos notificados - 1145
Casos descartados - 922
Aguardando resultados de exames - 104
Recuperados - 73
Em isolamento em casa - 41
Casos ativos - 45
Internados - 4 pacientes 

Os números são dinâmicos e variam na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam 

Óbitos - 1 (Houve mais 01 óbito confirmado em Feira de Santana, mas trata-se de um caminhoneiro em trânsito residente do Estado do Rio Grande do Sul, este caso não é contabilizado entre os casos da cidade).

Sobre o número de óbitos, a Secretaria Municipal de Saúde emitiu hoje a nota de esclarecimento a seguir: 

Caminhoneiro residente em Caxias-RS que morreu em hospital de Feira sai da relação local de óbitos 

A Secretaria Municipal de Saúde esclarece que foi retirado da lista de óbitos locais por Covid-19 o caminhoneiro que esteve de passagem por Feira de Santana e faleceu neste município, mas era residente de Caxias, no Rio Grande do Sul.Este caso deve ser contabilizado nas estatísticas do município de domicílio do paciente e não na cidade onde ocorreu o falecimento. A informação da morte do caminhoneiro já está registrada no boletim de ocorrências relacionadas com a pandemia do coronavírus da Prefeitura de Caxias. Portanto, é solicitado aos veiculos de comunicação que divulgue o número real de óbitos vinculados a Feira de Santana - um registro, de uma idosa que faleceu em hospital de Salvador, mas uma vez sendo residente desta cidade, faz parte do cômputo local. 

Leia também:
Hospital Clériston Andrade instala nova UTI para pacientes com Coronavírus

Qual é a definição de caso notificado?
Caso comunicado no sistema de monitoramento do Ministério da Saúde, abastecido diretamente pelas prefeituras. Pacientes com febre e pelo menos um sintoma respiratório, como tosse, dificuldade para respirar. Além disso, é necessário histórico de viagem em área de transmissão local, de acordo com a OMS ou Ministério da Saúde, nos últimos 14 dias anteriormente ao aparecimento de sintomas (Fonte: Sesab). 

Qual é a definição de caso confirmado?
Caso comunicado no sistema do Ministério da Saúde que se enquadra nas definições estabelecida pela OMS, e apresentou resultados conclusivos para os exames realizados, com positividade para o novo coronavírus. (Fonte: Sesab). 

Qual é a definição de caso descartado?
Caso comunicado no sistema do Ministério da Saúde que se enquadra nas definições estabelecidas pela OMS, mas deu negativo para o novo coronavírus. (Fonte: Sesab). 

Qual é a definição de caso suspeito?
Caso comunicado no sistema do Ministério da Saúde que se enquadra na definição estabelecida pela OMS. Lembrando: pacientes que apresentam sintomas respiratórios, como febre e tosse e viajaram para a China ou país com transmissão no território; pacientes que contataram alguém que viajou para este(s) destino (s) ou teve contato com um caso suspeito ou confirmado. (Fonte: Sesab). 

Como prevenir o coronavírus?
O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

-Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

- Evitar contato próximo com pessoas doentes.

- Ficar em casa quando estiver doente.

- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.

-Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.

- Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

- Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95 (Fonte: Secretaria Municipal de Saúde). 

Recuperados - Como é feito o tratamento do coronavírus?
Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do coronavírus é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso (Fonte: Secretaria Municipal de Saúde). 

Andrea Trindade / Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.