Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Tragédias, assassinato e mortes por causas naturais impediram que políticos cumprissem seus mandatos

Os casos aconteceram em Pojuca-BA, Campo Belo do Sul - SC, Alcobaça - BA, Santana do Piauí - PI, Ipubi - PE e Salto do Itararé - PR.
No espaço de duas semanas, alguns políticos eleitos pelo povo nas eleições de 2016, que teriam a missão de governar ou legislar nos seus municípios, não tiveram a chance de atender o anseio do seu povo, alguns vitimas de acidentes trágicos, outro por assassinato e outros por causas naturais. O Calila Noticias publicou algumas matérias relacionadas.

José Raimundo foi morto dia 21/12/16
Eleito vereador na cidade de Pojuca, na região metropolitana de Salvador, José Raimundo Sena dos Santos, 40 anos, foi morto a tiros na noite de quarta-feira (21/12/16). 

O crime ocorreu por volta das 18h, em um condomínio no bairro Los Angeles, de acordo com a Polícia Civil de Pojuca.Uma dupla em uma motocicleta chegou ao local e disparou contra a vítima. Os criminosos furgiram após a ação.Vítima Foi levada para o Hospital Municipal Carlito Silva e transferido para o Hospital Geral de Camaçari (HGC) onde morreu.

Padre prefeito dirigia o carro da Prefeitura quando
se envolveu no acidente
O prefeito reeleito de Campo Belo do Sul, na Serra catarinense, morreu em um acidente na BR-116 na noite de sábado (24/12/16). Edilson José de Souza (PMDB), de 50 anos, também era padre. Ele havia celebrado uma missa em Campo Belo do Sul e ia para Otacílio Costa – também na Serra Catarinense -, pela BR-116, onde passaria o Natal com a família, segundo informações da assessoria de imprensa do PMDB.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 20h30 na BR-116 entre Capão Alto e Lages. O carro que o prefeito conduzia aquaplanou, saiu da pista, bateu em um barranco e capotou.

Vice sofria de problemas cardiovasculares
O vice-prefeito eleito da cidade de Alcobaça, no sul da Bahia, morreu na madrugada de sexta-feira (30/12), a dois dias da cerimônia de posse. Márcio Oliveira dos Santos, de 43 anos, sofria de problemas cardíacos e passou por uma cirurgia na quarta-feira (28/12), mas não resistiu ao procedimento.

De acordo com as informações confirmadas ao G1 pelo prefeito Leo Brito (PSD), Marcinho (PR), como era conhecido, estava doente há alguns meses e foi internado no São Bernardo Apart Hospital, na cidade de Colatina (ES), para se tratar antes de fazer a cirurgia, mas houve uma complicação e o procedimento precisou ser feito com urgência. Após a cirurgia, ele acabou não se recuperando bem.

Francisco Raimundo de Moura morreu 10 horas 
antes de tomar posse
O prefeito eleito de Santana do Piauí, a 324 km ao Sul de Teresina, Francisco Raimundo de Moura, mais conhecido como Chico Borges (PTB), de 42 anos, morreu por volta das 5h de domingo (1º/1/17) após se envolver em um acidente na PI-375 poucas horas antes de tomar posse.

De acordo com o sargento R. Alves, do Grupamento da Polícia Militar, a vítima estava sozinha em seu carro que colidiu frontalmente com um ônibus. “O prefeito participava das festividades de Réveillon em Santana do Piauí. Por volta das 5h ele saiu com destino a Picos, a 18 km de distância, onde morava e pouco tempo depois recebemos a informação do acidente. O carro em que andava o político colidiu de frente com um ônibus. Foi uma tragédia”, disse.

Paulo foi o 4º mais votado nas eleições de 2 de outubro
O vereador eleito Paulo José Sarmento (PSB), de 42 anos, morreu após sofrer um infarto durante a cerimônia de posse, realizada no domingo (1º01/17), em Ipubi, no Sertão de Pernambuco. Paulo chegou a ser socorrido e levado para dois hospitais, mas não resitiu.De acordo com o assessor de comunicação da Prefeitura de Ipubi Alisson Alencar, a cerimônia de posse começou às 16h, na Câmara de Vereadores da cidade.“Estava muito quente no momento. Durante boa parte da cerimônia o vereador estava se abanando, demonstrando que estava com calor. Foi o único sinal que ele deu”, contou.

Por volta das 18h30, os vereadores e o prefeito eleito, Francisco Siqueira, seguiram para a prefeitura para entrega das chaves. “Nesse momento ele já estava em cima do palanque e quando ia começar o discurso ele desmaiou. O evento foi cancelado e Imediatamente levamos ele para o hospital”, disse o assessor.

Junto com Irmã Linda, estava no carro, o filho dela 
de 37 anos, que também morreu
Uma vereadora morreu na segunda-feira (2), um dia após tomar posse. A política em questão é Marta da Silva Porfirio Leal, a Irmã Linda (DEM), que foi eleita pela cidade de Salto do Itararé, no Paraná. Ela faleceu devido a um acidente de carro na PR-424.

Junto com Irmã Linda, estavam no carro, o filho dela de 37 anos, que também morreu, além da nora, de 31 e da neta, de 4, que sobreviveram ao acidente e foram levadas para a a Santa Casa de Siqueira Campos.

Redação CN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.