Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Homem é preso acusado de estupro de vulnerável em Lamarão

A Polícia Civil prendeu, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Marciel Souza Barbosa, de 19 anos, acusado de estupro de vulnerável, em Lamarão, cidade da microrregião de Serrinha. A prisão foi realizada por policiais civis da Delegacia local e do Serviço de Inteligência (SI) da 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha). 
A ordem de prisão foi decretada pela juíza Maria Claudia Salles Parente, da Vara Criminal da Comarca de Santa Bárbara. A polícia não deu detalhes sobre o caso. Marciel foi detido por volta das 13h, no povoado de Laranjeira. A prisão foi coordenada pelo delegado Getúlio Paranhos Júnior, titular da Delegacia de Santa Bárbara.

Segundo a polícia, o acusado não resistiu à prisão e foi encaminhado à carceragem da 15ª Coorpin, onde está custodiado à disposição da justiça.

 
Entenda o que configura o crime de estupro de vulnerável - O estupro de vulnerável envolve situações em que a vítima não alcançou a maturidade suficiente para as práticas sexuais (no Brasil, quem tem menos de 14 anos); que tenha qualquer deficiência mental ou que esteja embriagada ou dopada a ponto de não conseguir responder pelo próprio corpo.
 
Especialistas ouvidos pelo Portal Cleriston Silva - PCS - explicam que um possível consentimento por parte da vítima não interfere no processo penal — ainda será configurado como estupro de vulnerável. "Antes, existia uma interpretação em relação à criança, ao seu corpo e à sua vivência. Mas houve uma reformulação na lei em 2009 que dispensa a discussão. Homens que têm relação sexual com menores de 14 anos responderão por estupro de vulnerável", esclarece.
 
A pena para estupro de vulnerável varia entre 8 e 15 anos de reclusão.

Do Portal Cleriston Silva PCS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.