Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 29 de agosto de 2017

ICHU- Terapia comunitária é aplicada com o Grupo Pare de fumar

Na última segunda feira, 28 de agosto, os Agentes Comunitários de Saúde Pedrina, Adelídia e Cida prepararam com todo cuidado e carinho o encontro com o Grupo Pare de Fumar que vem sendo realizado semanalmente através da equipe de Saúde Helena Santiago e tem como coordenadora a Enfermeira Denieire.

Pedrina e Adelídia além de Serem ACS são terapeutas comunitárias e trouxeram para o grupo, uma roda de conversa visando a diferença entre Vícios e Hábitos com o propósito de fazer com que os participantes pudessem perceber até onde eles sabem distinguir um do outro.

"A Terapia Comunitária (TC), desenvolvida pelo Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará e sistematizada desde 1987, é definida como uma metodologia de intervenção em comunidades, por meio de encontros interpessoais e intercomunitários. 

Seu objetivo é a promoção da saúde através da construção de vínculos solidários, valorização das experiências de vida dos participantes, do resgate da identidade, da restauração da autoestima e ampliação da percepção dos problemas e possibilidades de resolução a partir das competências locais." (Andrade et al., 2009).

 Essa técnica está entre as mais variadas práticas integrativas e complementares no SUS e vem sendo aplicada no município por essas terapeutas visando partilhar experiências de vida e sabedoria de forma horizontal e circular.

Durante o encontro os integrantes falaram sobre suas conquistas, anseios, alegrias,tristezas na certeza de que naquele espaço é visto como um local de confiança onde é possível encontrar ajuda e vontade de vencer. 

Foi aplicada a dinâmica das varinhas com a finalidade de mostrar a importância de conviver em grupo onde trás a fé como força que pode agregar, unir e dar resistência às pessoas. "Sozinhos podemos muito pouco, juntos somos fortes e superamos grandes desafios"-avaliou um participante.

Denieire lembrou que é muito gratificante trabalhar a prevenção  já que é através dela  que se colhe grandes frutos.

 Para ela, cada momento vivido nesses grupos é visto como uma conquista e a certeza de que trabalhar o cuidado é a melhor forma de prevenção já que "a atenção básica ou atenção primária em saúde é conhecida como a "porta de entrada" dos usuários nos sistemas de saúde ou seja, é o atendimento inicial. Seu objetivo é orientar sobre a prevenção de doenças, solucionar os possíveis casos de agravos e direcionar os mais graves para níveis de atendimento superiores em complexidade. A atenção básica funciona, portanto, como um filtro capaz de organizar o fluxo dos serviços nas redes de saúde, dos mais simples aos mais complexos".(https://pensesus.fiocruz.br).
Por Cida Carneiro / Ichu Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.