CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 24 de junho de 2018

Líder religioso fala sobre o verdadeiro significado do São João para os cristãos

Quanto ao costume de acender fogueiras no feriado de São João, o arcebispo explica que também fez parte da história das famílias. 
Neste domingo (24) é comemorado no nordeste o São João, um dos grandes santos da Igreja Católica, que nasceu com a missão de anunciar a palavra de Deus e preparar o caminho para Jesus Cristo.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o arcebispo emérito de Feira de Santana Dom Itamar Vian falou sobre o significado desse dia para os cristãos católicos.
“São João Batista é um dos grandes santos da Igreja Católica e nós o comemoramos hoje. Foi anunciado o nascimento dele, pelo anjo Gabriel, a Zacarias. Zacarias e Isabel era muito idosos, tinham idade bastante avançada, naturalmente era impossível eles terem um filho, mas por milagre de Deus, Isabel conseguiu conceber João. E isso foi um grande momento na história da humanidade, porque João foi o precursor de Jesus, aquele que preparou o caminho para o anúncio da palavra de Deus. Foi ele quem preparou toda a missão de Jesus Cristo e foi chamado pelo próprio Cristo o maior de todos os profetas”.
As fogueiras
Quanto ao costume de acender fogueiras no feriado de São João, o arcebispo explica que também fez parte da história das famílias naquela época, que a tinham como único meio de anunciar grandes notícias.

“Naquela época não tinha rádio, jornal, não tinha internet, não existiam redes sociais, televisão, e o grande meio das comunidades comunicarem as grandes notícias era acender fogueiras, e o nascimento de João era esperado como um grande momento da história. Para todos significava um novo momento da história da salvação. Por isso, Isabel e Zacarias comunicaram a toda a região que no dia que João nasceria seria acesa uma fogueira naquela montanha onde moravam e toda a região tomaria conhecimento do nascimento”.

Dom Itamar destacou que, segundo a tradição, até hoje se acendem fogueiras para relembrar a vinda de João ao mundo, porém elas podem também assumir outros significados na vida dos cristãos.

“Até hoje as fogueiras anunciam o nascimento de João Batista, mas elas podem ter novos sentidos. O Brasil, por exemplo, vive uma situação em que o povo está perdendo a esperança, e o povo precisa de muitos Joãos. Precisamos hoje acender fogueiras de esperança, de alegria, de coragem no coração do povo brasileiro, para que cada um de nós possa colocar Cristo na história. Se o povo brasileiro colocar Jesus Cristo como salvador, como centro do coração de sua família, todo o povo viverá com mais paz, justiça e menos corrupção”, salientou.
Celebração da colheita
As comidas típicas também são uma atração a mais dos festejos juninos. Bolos, milho cozido ou assado, mingaus, entre outros pratos regionais que agradam e aquecem o coração daqueles que festejam o São João.

O arcebispo emérito explicou que essas comidas típicas têm uma tradição mais portuguesa. “Nós somos um povo descendente de muitos portugueses, e por isso essa tradição. É um tempo de muita fartura, e por isso a celebração das colheitas. Aqui em Feira de Santana é comum serem realizadas as feiras de licor e comidas, que também vem da Europa, porque lá nesta época celebram as grandes festas das colheitas em agradecimento a Deus por tudo que puderam colher naquele ano. Aqui no nordeste, essas festas de São João, Santo Antônio e São Pedro, além deste sentido popular, tem também o fundamento religioso”.

Dom Itamar lamentou ainda algumas mudanças que vem ocorrendo na festa ao longo dos anos. “Infelizmente há hoje uma infiltração de trios elétricos, músicas que nada têm a ver com as tradições juninas de nosso povo, tão santas e tão sagradas”.

Laiane Cruz com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.