CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Dupla de Pernambuco e Riachão vence Festival de Violeiros em Feira de Santana

Os temas são sorteados na hora para os cantadores se desafiarem no improviso.
A dupla formada pelo pernambucano Galego da Viola e pelo Jacuipense Nadinho venceu o 44º Festival de Violeiros do Nordeste, realizado na noite de sábado (24), no Mercado de Arte Popular (MAP) em Feira de Santana.
 
É a segunda vez que o pernambucano ganha a competição nas sete vezes em que participou. Ele, que também já esteve em 5º lugar, disse que a inspiração vem da natureza, dos sentimentos e principalmente do espirito de humildade. “Não temos o interesse de ser o melhor. Todos aqui são de primeira qualidade, e digo que hoje ficamos em primeiro lugar porque o momento nos proporcionou isso. Sou um cantador que gosta de cantar brincadeiras e o primeiro assunto foi um tema fúnebre. Depois um tema falando de paixão e outro de amor e saudade, resgatamos aqui um tema livre e ainda pudemos brincar com a plateia”, disse.

Galego da Viola elogiou a organização do evento e o público. “Se não for o melhor é um dos melhores festivais de violeiros do nordeste. É um festival grande, organizado e tem uma plateia maravilhosa, com o calor da Bahia”, declarou.

Um dos organizadores do evento, João Crispim Ramos explicou que os temas são sorteados na hora para os cantadores se desafiarem no improviso. Ele disse também que apesar das dificuldades vale a pena realizar festival e pede apoio de patrocinadores para manter o evento, atualmente custeado pela prefeitura.
“A nossa luta em organizar esse festival é grande assim como o prazer da reciprocidade do público. Para nós vale a pena realiza-lo. O festival é de convidados porque não temos recursos para abrir para quem quiser participar, então convidamos seis duplas, sendo que cinco competiram com direito a premiação em troféu e a dupla João Ramos e Bule-Bule faz a abertura especial. Cada cantador tem seu cachê garantido e os prêmios públicos são os troféus. Eu acho que a gente precisa se bater com alguém que queira investir na cultura popular, atualmente só temos o patrocínio da Prefeitura de Feira de Santana”, destacou.

Vencedores
5º lugar: Som da Viola (Ipecaetá), e Antônio Maracujá, (Richão do Jacuípe) com 61,5% dos votos.
4º lugar: Antônio Queiroz (Serrinha) e Leandro Tranquilino (Candeal) com 65%
3º lugar: Vem Vem do Nordeste (Sergipe) e João Bezerra (Paraíba com 71,5%
2º Lugar: Raimundo Caetano (Paraíba) e Edvaldo Zuzu (Pernambuco) com 78,5%
1º Lugar: Galego da Viola (Pernambuco) e Nadinho (Riachão do Jacuípe) 83,5%
João Ramos e Bule-Bule abriram o evento
 
Franklin Machado
Fotos: Ed Santos/Acorda Cidade
Espectador do festival, Jackson Ramos elogiou o evento e a qualidade dos participantes. Segundo ele, o festival precisa atrair mais o público jovem para que a cultura dos violeiros se mantenha por mais anos.

O cordelista Franklin Machado destacou que o festival precisa ser tombado como patrimônio cultural e imaterial da cidade. Representando o prefeito Colbert Martins Filho, o secretário municipal de Comunicação Valdomiro Silva, também prestigiou o evento e se emocionou ao assistir as apresentações. Filho do radialista baiano João Ribeiro da Silva, mais conhecido como Ribeirinho, um dos maiores repentistas do Brasil, o secretário lembrou-se do pai falecido há quase um ano e que por diversas vezes foi campeão do Festival de Violeiros do Nordeste.

Aberto ao público, o festival é um dos mais tradicionais e prestigiados eventos de toda a região.
Andrea Trindade com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.