CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 12 de junho de 2019

STJD vai julgar Botafogo x Palmeiras em Salvador

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai julgar a partida entre Botafogo e Palmeiras, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, no próximo dia 18, uma terça-feira, às 10h, em Salvador. A sessão extraordinária fará parte de um workshop sobre Justiça Desportiva que vai acontecer no auditório da Faculdade Baiana de Direito, localizado no bairro do Stiep. O primeiro dia do evento será na véspera, 17.
Paulo Cesar Salomão Filho é presidente do STJD
No último dia 25, Botafogo e Palmeiras se enfrentaram no Mané Garrincha. O Verdão venceu o duelo por 1 a 0 com gol de pênalti cobrado pelo zagueiro Gustavo Gómez. O árbitro Paulo Roberto Alves Junior assinalou a penalidade após rever o VAR. Inicialmente, ele achou que Deyverson havia se jogado na área, mas ao conferir o lance viu Gabriel dar um pisão no atacante palmeirense. A questão é que o juiz recorreu ao vídeo após a bola já ter voltado a rolar, o que não é previsto no protocolo de arbitragem. Com isso, a CBF decidiu suspender a partida e não definiu o resultado do duelo.

No site oficial da CBF, Palmeiras e Botafogo aparecem com um jogo a menos do que os demais times, assim como a pontuação, na tabela de classificação do Brasileiro. Neste momento, o time paulista é o líder do campeonato com 19 pontos, enquanto a equipe carioca aparece no quarto lugar com 15, ambos com sete partidas disputadas.

Por Ulisses Gama / Leandro Aragão / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.