CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Bolsonaro se desculpa por ter publicado vídeo falso sobre desabastecimento na Ceasa-MG

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu desculpas por ter publicado um vídeo com informações falsas sobre o desabastecimento na Central de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasa-MG). Enquanto a postagem do vídeo, na manhã dessa quarta-feira (1º), foi feita no Twitter, o pedido de desculpas foi realizado em entrevista ao apresentador José Luiz Datena, no programa Brasil Urgente.
"Foi publicado em minhas redes sociais um vídeo que não condiz com a realidade para com o Ceasa/MG. Minhas sinceras desculpas pelo erro", declarou o presidente.

Nas imagens em questão, um homem pontua a data de 31 de março para mostrar um galpão com pouco movimento. "Isso aqui se chama desabastecimento. Fome também mata, desespero e caos matam", afirmou, em defesa do fim do isolamento social (saiba mais aqui).

A medida é apoiada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mesmo contrariando as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do seu próprio Ministério da Saúde.

Mas uma reportagem da TV Globo mostrou exatamente o oposto do que foi declarado pelo rapaz no vídeo. O Globocop sobrevoou a Ceasa mineira e registrou muito movimento de caminhões e de clientes no local.

Além disso, a assessoria de imprensa do centro disse que não há falta de produtos. Em seguida, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ressaltou que apesar da pandemia, não há casos de desabastecimento. "Não temos notícia que esteja faltando qualquer tipo de alimento nos mercados e nas vendas", ponderou a ministra.

Do Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.