CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Série C – Jacuipense vence o Paysandu em pleno Estádio do Curuzu e se aproxima do G4

O Leão do Sisal venceu por 2 a 1, gols marcados por Danilo Rios e Thiaguinho
A comemoração do título do Campeonato Paraense durou pouco, apenas três dias. Nesta quarta-feira à noite o Paysandu não conseguiu transformar as chances criadas em gols e, muito desfalcado, perdeu para o Jacuipense dentro de casa. O time paraense saiu atrás ainda no primeiro tempo, empatou no segundo com Uilliam Barros, mas sofreu o segundo gol logo no lance seguinte. Leão do Sisal marcou com Danilo Rios (pênalti) e Thiaguinho. Os baianos voltam para casa com mais três pontos na bagagem e colados no G-4.

O jogo
Primeiro tempo – O Jacuipense conseguiu um gol logo aos 13 minutos. Dinei foi derrubado na área por Anderson Uchôa e o árbitro marcou o pênalti. Danilo Rios bateu bem e deixou o Leão do Sisal na frente logo cedo. A partir daí, o clube baiano passou a apostar em um jogo de contra-ataques. O Paysandu teve bastante posse, rondou a área adversária, teve vários escanteios, mas, perigo real, apenas aos 17, em jogada individual de Mateus Anderson – o melhor em campo pelo Papão. Os bicolores conseguiram chegar bem ao ataque pelos flancos, porém sofreram nas jogadas pelo meio. Mesmo mais recuado, o Jacuipense ainda foi perigoso. Teve mais e melhores finalizações.
Uchôa fez o pênalti que gerou o primeiro gol do Jacuipense, marcado por Danilo Rios (Foto: Jorge Luiz/Paysandu)
Segundo tempo – O Paysandu cresceu na volta do intervalo, porém o domínio territorial não era efetivo. Mesmo rondando a área, os bicolores não conseguiam encaixar ataques mais agudos. Hélios dos Anjos mexeu, e o setor ofensivo melhorou com as entradas de Alex Maranhão e Uilliam Barros, que dividiu com Nicolas a responsabilidade de ser uma referência na área. O gol bicolor, inclusive, saiu de uma cobrança de falta de Maranhão que terminou com o desvio de Barros para o fundo das redes: 1 a 1. Quando se esperava um maior ímpeto do Papão para a virada em casa, o Jacuipense, no lance seguinte, voltou a ficar à frente no placar. Levi ganhou de Netinho na corrida, rolou no meio da área para Thiaguinho, que, livre, finalizou com força: 2 a 1. A partir daí o Leão “fechou a casinha”, abusou das faltas, da catimba e garantiu a vitória mesmo pressionado pelo adversário paraense.

Estreia pé quente
Fazendo sua primeira partida pelo Jacuipense, Dinei estreou sendo decisivo. Não balançou as redes, mas sofreu o pênalti convertido por Danilo Rios aos 13 minutos do primeiro tempo. Apesar de passar em branco, foi participativo e deixa boa impressão para a torcida do Leão.

Classificação
A vitória faz o Leão do Sisal avançar uma posição, ultrapassar o Manaus e ocupar a 5ª colocação, com 7 pontos. O Papão estaciona nos 4 pontos e permanece sendo o primeiro time fora da zona de rebaixamento, na 8ª posição, à frente de Imperatriz (1 pt) e Treze (0 pt), ambos com dois jogos a menos.

Para o Papão, não há tempo para lamentar. Os bicolores voltam a campo no sábado, novamente na Curuzu, para encarar o Imperatriz. A partida começa às 19h. O Jacuipense joga somente na segunda-feira, quando recebe o Ferroviário no Pituaçu, em Salvador.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.