Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sábado, 8 de abril de 2017

Ichu ganha nova dinâmica em 90 dias com Carlos Santiago

“O que pode marcar a passagem de um gestor, é o trabalho que ele realiza na melhoria da qualidade de vida das pessoas através de ações desenvolvidas pelas secretarias. Esse é o meu grande desejo à frente da prefeitura de Ichu”, disse o prefeito Carlos Santiago (PHS) a reportagem do Diário do Sisal e Tribuna da Bahia relatando que o primeiro trimestre de seu mandato foi arrumando a casa, regularizando a limpeza pública, recuperando aguadas, além de ações voltadas para as áreas de saúde, educação, assistência social, transporte e o resgate da moralidade administrativa que foi perdida nos últimos anos.

Uma de suas ações foi colocar o pagamento da folha de pessoal e de fornecedores em dia, uma marca de seus três mandatos anteriores. Cerca de 60% das ruas da cidade não têm pavimentação, mas Santiago garante que existem dois projetos através de emendas parlamentar na Caixa Econômica Federal e tão logo os recursos sejam liberados elas ganharão calçamento a paralelepípedos. Além disso, ele tenta, junto à Funasa, a implantação de uma rede de esgoto sede.

Realizando um mandato “com os pés no chão” como costuma dizer, Santiago disse que as chuvas que caíram na semana passada em Ichu, amenizaram um pouco a vida no município que se encontra em Situação de Emergência embora a precipitação tenha sido insuficiente para atingir toda área do município. Santiago disse a reportagem do Diário do Sisal e Tribuna da Bahia que está com três projetos sendo licitados para as comunidades de Umbuzeiro, Tolda e Pituba, na região de Varjota, com sistema de abastecimento de água.

O prefeito informa ainda que, nesses 90 dias de governo melhorou as instalações da Secretaria de Educação e do Hospital Sagrado Coração de Jesus, que recebeu melhorias na estrutura física, com limpeza e pintura do prédio. Foram reabertos os Postos de Saúde da Família e contratados médicos e enfermeiros para atender à população. Está sendo elaborado um projeto para a reforma total da unidade hospitalar. 

CRAS em novas instalações
Na Educação, recuperou o prédio que serve a secretaria que estava em situação degradante e melhorou gradativamente o transporte escolar. Realizou a jornada pedagógica e também pretende iniciar a reforma de alguns prédios escolares. Carlos Santiago disse a reportagem do Diário do Sisal e Tribuna da Bahia que planeja construir um novo prédio para atender aos alunos do ensino fundamental. Na área de Assistência Social, inaugurou segunda-feira (03), as novas instalações do CRAS, com a recuperação de um prédio escolar que teve melhorias de estrutura física a fim de voltar a desenvolver todos os programas. Na área de infraestrutura e transportes, recuperou alguns trechos de estradas vicinais e a frota de maquinas e veículos.

Divida herdada - um grande problema
Carlos Santiago disse a reportagem do Diário do Sisal e Tribuna da Bahia que o município tem um debito grande junto à Previdência Social. Já existia um parcelamento antigo e a gestão anterior fez um novo no dia 28 de dezembro de 2016, fora da realidade de Ichu, superior a R$ 40 mil/mês, o que dificulta a vida financeira do município. Além disso, existe um débito de quase R$ 1 milhão, que está sem negociar. “Estou aguardando que saia o novo Refis, que está para ser regularizado pela Câmara dos Deputados, para tentar fazer um acordo e normalizar a situação do município junto à Previdência, já que o debito total passa de R$ 3 milhões, e só de renegociações são quase R$ 2 milhões”, lamenta.
 
Reforma Política exige critérios
O prefeito disse que não vê a necessidade de acabar com o cargo de vice já que ele é eventual substituto do gestor, seja ele na área federal, estadual ou municipal. “Sou a favor da reforma política completa e espero que ela seja discutida junto à sociedade, para que não haja tanta divergência porque a que está aí está muito fragmentada. Se acabar o cargo de vice, por exemplo, tem outros mecanismos como o de presidente da Câmara, até a eleição direta para se colocar outro gestor substituto. Sou contra, também, a lista fechada de candidatos porque ela só beneficia os caciques e algumas vedetes do partido”, relatou Carlos Santiago a reportagem do Diário do Sisal e Tribuna da Bahia.

Fonte: Diário do Sisal - por Pedro Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.