Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Mãe que pegava comida no lixo para alimentar filhos recebe doações

Na manhã desta segunda-feira (5) o repórter Aldo Matos retornou na casa de Ana Cleide para levar donativos recolhidos na rádio Sociedade.
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade
Após a reportagem divulgada pelos programas Acorda Cidade e Nas Ruas e Na Polícia, mostrando a realidade sofrida de Ana Cleide de Jesus Santos, 33 anos, que mora com quatro filhos e o marido, muitas pessoas se solidarizaram e se mobilizaram para ajudar a família.

Diante das dificuldades, Ana Cleide chegou a procurar por comida no lixo para se alimentar e alimentar os filhos. Quando o repórter Aldo Matos esteve na casa dela para fazer a primeira matéria encontrou um fogão sem botijão de gás e uma geladeira velha repleta de produtos vencidos, colhidos em meio aos descartes de supermercados e lares da cidade de Feira de Santana.
Na manhã desta segunda-feira (5) o repórter Aldo Matos retornou na casa de Ana Cleide para levar donativos recolhidos na rádio Sociedade. Desta vez ele encontrou uma realidade bem diferente. No semblante da mãe, a gratidão, no rosto dos filhos, a alegria. Na mesa uma variedade de alimentos para o café e a geladeira, desta vez estava cheia de alimentos de boa qualidade.

“Estou muito alegre, muito feliz. Agradecemos a Deus e a todos que estão nos ajudando. Estou feliz, agora não como mais do lixo. Vou passar muitos dias me alimentando com os alimentos que doaram, foram muitas doações. Nunca vi essa quantidade de alimento dentro da minha casa. Os alimentos aqui eram do lixo, vencidos. Agora são alimentos bons. Meus filhos hoje tomaram café com cuscuz, ovo, leite, frutas. Antes não tinha nada disso”, comemorou.
Além dos alimentos, a família de Ana Cleide recebeu doações de roupas, botijão de gás e também de um colchão.
 
 
Carreata do bem
Na tarde de domingo (4) um grupo de pessoas foram até a casa de Ana Cleide para levar doações. Ao todo, foram necessários oito carros para levar todo o material arrecadado.

“Marcamos com Neide (coordenadora do Projeto Criança Feliz Sabiá (sem relação com o programa do Governo Federal), que ajuda a família) e ela nos levou até a residência. Esperamos que mais pessoas se comovam com essa história e ajudem essa família, que vive no grau de vulnerabilidade tão intenso”, destacou a enfermeira Ana Gisele Carneiro, que junto com os amigos fizeram a doação.
Agradecimento
Diante de tanta solidariedade, Ana Cleide agradeceu a todos que a ajudaram. “Agradeço a Deus, a Neide que fez isso por mim, ao repórter Aldo Matos e todos que vieram aqui na minha casa e se solidarizaram com minha história. Estou muita agradecida. Que Jesus abençoe todos que me ajudaram. Um abraço grande para todos e um beijo, de coração”, afirmou.
 
Quer ajudar?
Quem também puder ajudar com doações pode entrar em contato com Neide Morais através do WhatsApp 75 98103-6627.
Daniela Cardoso com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.