Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Secretaria de Saúde registra 300 casos de pessoas com o vírus da Aids em Feira de Santana

Só em 2017, já são trezentos casos registrados e quase cem casos a mais do que em 2016. 
O dia 1º de dezembro é o Dia mundial de controle da Aids e como parte da campanha de prevenção Dezembro Vermelho, o Ministério da Saúde vai realizar este mês ações em todo o país.
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade
Em Feira de Santana, vem crescendo o número de pessoas infectadas pelo vírus. Só em 2017, já são trezentos casos registrados e quase 100 casos a mais do que em 2016. Uma sessão especial foi realizada nesta quinta-feira (30), na Câmara de Vereadores e a enfermeira Vanessa Sampaio, coordenadora do Programa DST/HIV Aids da Secretaria Municipal de Saúde, apresentou dados sobre a doença. Ela explicou também sobre as atividades que serão realizadas neste mês.

De acordo com Vanessa, haverá uma ronda de testagem no município e cada policlínica terá um dia de realização de testes rápidos de diagnóstico.
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade
"Em Feira de Santana, este ano até outubro, foram trezentos casos novos comparando com o ano passado. Até outubro também foram 205 casos novos. A gente vê um aumento de 95 casos do ano passado para esse ano. Muitas pessoas vivem com o vírus e não sabem, por isso que a gente estimula tanto a realização do teste e ampliação ao acesso para que todos conheçam seu estado sorológico”, afirmou.

Vanessa informou que o Programa DST/HIV Aids funciona na Rua Germiniano Costa, no Centro de Especialidades, em frente ao antigo Feira Tênis Clube. A iniciativa conta com uma equipe multidisciplinar e além da realização do teste rápido há o acolhimento e as pessoas são encaminhadas para o tratamento.

Ela salientou que o uso do preservativo é de tamanha importância para evitar a contaminação por HIV e também outras doenças sexualmente transmissíveis.

A presidente da Associação de Familiares, Amigos e pessoas que convivem cm o vírus da Aids e a doença, Josefa Farias dos Anjos foi contaminada há 18 anos pelo vírus. Ela era estagiária de enfermagem e por um pequeno descuido, no contato com um paciente soropositivo adquiriu o vírus. Segundo ela, a descoberta sobre a contaminação só veio oito anos depois e naquela época faltava muita informação.

Atualmente Josefa trabalha em prol da associação, conscientizando jovens e buscando desmistificar o preconceito em relação a Aids e o HIV.
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade
"Estamos começando com amor, carinho e apoio psicológico. Mostrar que o amor é mais forte do que a doença, mostrar que é mais importante do que as críticas. Na época que eu descobri que tinha o vírus, sofri muita discriminação. Era casada, meu marido me apoiava, mas a família criticava. Acabamos nos separando e hoje eu tenho um parceiro que não tem o vírus e me apoia sem ter medo de nada”. concluiu.

Fonte: Ney Silva e Rachel Pinto / Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.