CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Pai é preso por estuprar e engravidar filha de 12 anos:


A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu na segunda-feira (30) um homem de 34 anos acusado de estuprar e engravidar a a própria filha, de apenas 12 anos na árearural de Ceilandia

De acordo com a corporação, as investigações começaram no ano passado, quando a adolescente apareceu grávida.
 
Na épca, a garota não apontou quem poderia ser o pai do bebê, e a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) suspeitou que parentes poderiam estar envolvidos com a gestação. 

A polícia então coletou material genético de tios e do pai e, após o nascimento, um exame de DNA elucidou a paternidade.
 
A Justiça expediu um mandado de prisão que foi cumprido ontem. O homem foi autuado e conduzido à carceragem do Departamento de Polícia Especializada.
Mãe há um mês, a garota viveu com os pais até os quatro anos de idade, no Piauí. Com a separação, seguiu morando com a mãe, no mesmo estado. “Há três anos, o pai a buscou, porque ela sofria maus-tratos da mãe”, relatou Martirena. Um ano após chegar ao DF, teriam começado os abusos. “Na primeira vez, aos dez anos, ela foi molestada pelo tio, que mora na mesma chácara”, afirmou a titular da DPCA, Valéria Martirena.

Embora não desconfiasse do marido, a madrasta suspeitava do tio. E questionou a menina. “Ela contou que o tio tinha tentado o estupro, não afirmou que já tinha molestado. Depois disso, o pai começou”, relatou Martirena.

Bocão News Com informações do Terra Online e da Divisão de Comunicação da Polícia Civil
Fot: Carls Mura/CB/D.A Press)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.