Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Governador descarta extinção da CERB e privatização da Embasa

O governador Rui Costa (PT) descartou, ontem (15), em reunião com os deputados estaduais Joseildo Ramos (PT), Marcelo Nilo (PSL) e diretores do Sindicato dos Trabalhadores de Água, Esgoto da Bahia (Sindae), a possibilidade de extinção da CERB e privatização da Embasa. Além de pedir um estudo para reestruturar a CERB, Rui Costa assegurou que os trabalhadores da companhia e da Embasa terão assento de representação no Conselho dos dois órgãos. Rui anunciou também a revogação do corte de salário dos trabalhadores que participaram da greve na CERB.

Na Assembleia, a posição do governador foi comemorada pelos trabalhadores do setor, pesquisadores e lideranças políticas que participaram hoje de Audiência Pública para discutir a situação do saneamento no estado. O evento convocado pelos deputados petistas Joseildo Ramos e Marcelino Galo lotou o auditório Jorge Calmon e contou com a participação de representantes do Ministério Público, do Governo da Bahia, da Universidade Federal da Bahia, do Sindae, do Observatório de Saneamento e de outras entidades da sociedade civil organizada.
Joseildo ressaltou a mobilização dos trabalhadores na Audiência e comemorou os avanços anunciados pelo governador. “Acredito que foi uma grande vitória, fruto da mobilização de todos e a forte presença das pessoas nessa audiência mostrou isso. O governador demonstrou interesse em ouvir e assim vamos fazer uma CERB e uma Embasa ainda mais forte para servir aos baianos”, destacou.
Ascom // Deputado Estadual Joseildo Ramos (PT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.