CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 20 de maio de 2018

Caminhoneiro de Riachão morre em acidente no estado de Minas

Um acidente por volta das 16h deste sábado (19), na Rodovia Fernão Dias (BR-381), na região de Extrema, no estado de Minas Gerais, deixou como vítima fatal um caminhoneiro conhecido por Agnelinho, natural da cidade de Riachão do Jacuípe.
De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o motorista que dirigia a carreta de placa DTC 6390 licença de Simões Filho perdeu o controle da direção e tombou em uma curva da rodovia. O condutor ficou preso nas ferragens e precisou ser retirado por uma equipe do Corpo de Bombeiros. Ele não resistiu e morreu no local.

O motorista foi identificado pelos amigos como sendo Agnelinho, filho de Agnelo e Dete, que moram no bairro da Caixa D’água, em Riachão do Jacuípe. Agnelinho era um caminhoneiro muito conhecido na cidade e chegou trabalhar com Antônio Pedro.
Ainda conforme a PRF, o cavalinho da carreta tinha placa de Simões filho e a carroceria placa de Feira de Santana. Estava carregado de carvão mineral e toda a carga se espalhou pela rodovia. A polícia aguardou a chegada da perícia para fazer a limpeza da pista.

A Polícia Rodoviária não informou para onde foi levado o corpo de Agnelinho, que deve ser transladado para Riachão do Jacuípe, também não foi divulgada a circunstância do acidente. Nas redes sociais, amigos do caminhoneiro lamentam a morte dele. Ainda não foi divulgado o local e nem dia do sepultamento da vítima. 

Da redação Interior Da Bahia, com informações de Goby Rios

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.