Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Suspeitos morrem ao reagirem a intervenção policial em Coité e Santa Bárbara praticamente no mesmo horário

Dois morreram em Santa Bárbara e um morreu em Coité ao reagirem a presença da Policia. 
Armas que segundo a PM foram usadas em assaltos na cidade de Santa Bárbara
e para atirar na guarnição durante a perseguição
Três suspeitos foram mortos no fim da tarde desta terça-feira, 28, em duas cidades sob a responsabilidade do 16º Batalhão de Serrinha, ou seja, Conceição do Coité e Santa Bárbara e com base na informação da Assessoria de Comunicação do 16ºBPM e da mãe de um deles, os confrontos ocorreram por volta das 17h30 nas duas cidades.

De acordo com a PM, em Santa Bárbara Natalino dos Santos Sena, 33 anos, e outro homem não identificado morreram ao reagirem a intervenção policial. Uma guarnição da 1ª Companhia foi informada pelo telefone funcional que havia ocorrido três assaltos a celulares no bairro do areal, que os indivíduos estavam armados, montados em  uma moto Honda Biz vermelha e que evadiram pela BR 116 sentido Feira de Santana.
Moto usada pela dupla tem restrição de roubo
Ainda segundo a PM, de posse dessas informações,  a guarnição prosseguiu no encalço a fim de localiza-los,  sendo visualizados e dado a ordem de parada, com sirene e  giroflex acionados, a qual não foi atendida,  momento em que pularam da moto e se abrigaram num barranco efetuando disparos contra os policiais da guarnição.  Houve o revide, tendo cessado os disparos os policiais perceberam  que os indivíduos foram alvejados e ainda encontravam-se com vida. Foi prestado  o socorro, contudo não resistiram, sendo constatado os óbitos.  Após consulta a placa da motocicleta, ficou constatada que possui restrição de roubo.

O caso de Coité o Calila Noticias não tem detalhes do caso. Apenas foi informado por um preposto da Brigada Anjos da Vida que houve uma troca de tiros no Bairro da Pampulha, envolvendo a Policia Militar e que um suspeito identificado por  Ariel Pinheiro de Souza, 18 anos, foi alvejado e socorrido para o Hospital Português – Unidade de Coité onde teria dado entrada sem os sinais vitais.
Foto: Raimundo Mascarenhas
A mãe da vítima cuja identidade não foi revelada se encontrava na frente do Hospital após saber da morte de Ariel e disse que passava próximo ao Bairro, quando ouviu os disparos por volta das 17h30 e naquele momento teve um persentimento que teria sido seu filho. “Fui ao supermercado para comprar algumas coisas para meu netinho Daniel (filho dele) e me deu uma coisa ruim por dentro como se ele tivesse envolvido no caso, tinham duas viaturas mas não cheguei perto, até que mais tarde fui avisada”, contou.

Ariel era irmão gêmeo de Daniel que foi assassinado por encapuzados no Bairro Casas Populares, em Coité, no dia 16 de janeiro de 2016.

Ambos tinham envolvimento com o mudo do crime. A mãe informou que Ariel não morava com ela e tinha pouco contato com ele, ‘mandava mensagens e ele não me respondia’, disse a mãe. 
Redação CN * Informações 16ºBPM 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.